Páginas

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Pranayama purificador


Este exercício respiratório é indicado para qualquer ocasião ou circunstância. Além de purificar todo o organismo, revitalizando as células e embelezando a pele, serve também para equilibrar o sistema nervoso, agindo diretamente sobre o complexo de glândulas endócrinas. 

Por outro lado, pela sua ação de limpeza, elimina o cansaço e a insônia, da mesma forma que a fadiga e a agitação nervosa. Sob outro aspecto, ativa também os chakras ou centros de energia sutis contidos em nosso corpo, em número de sete fundamentais ou principais: coronário, hipófise, laríngeo, cardíaco, solar, sacro e básico. Serve ainda como preparatório à abertura das práticas comuns.

Forma de realizá-lo corretamente.
Em pé, com o corpo ereto, mas relaxado, as pernas semi-abertas. Os braços soltos ao longo do corpo.
Inspira profunda e suavemente pelas narinas, enquanto ergue os braços, dobrando-os de modo que as mãos cheguem até o pescoço; os cotovelos vãos, então, se aproximando até se unirem. Ao chegar nessa posição, reter o ar nos pulmões, mas sem forçar. Quando os cotovelos estiverem totalmente unidos, soltar o ar pela boca de forma vigorosa e espontânea, liberando amplamente os braços, fazendo-os voltar ao lugar de origem, ao longo do corpo e bem soltos.

Repetir um mínimo de quinze a vinte vezes, três vezes por semana, para obter resultados e efeitos razoáveis, ou então o número de vezes que achar agradável. Não há contra-indicações com relação a essa prática.
Os horários ideais para a sua realização são o período da manhã ou da noite, embora não haja inconvenientes em praticá-lo em outros horários, apesar de os efeitos serem menos profundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações, citada a autora e a fonte www.dicasterapeuticas.blogspot.com